domingo, 23 de janeiro de 2011

Alan Parsons [Tales Of Mystery & Imagination]

Primeiro álbum do grupo de Alan Parsons, um dos maiores mestres da engenharia de som e produtor
de discos clássicos como “The Dark Side of The Moon” do Pink Floyd. Todas as faixas são inspiradas 
por contos e/ou poemas escritos pelo gênio do terror, Edgar Allan Poe. As letras são, em sua totalidade,
 adaptações livres das obras de Poe, o que leva também a diferenças entre as traduções literárias dos
originais com as traduções aqui apresentadas.


Para ouvir o álbum clique em "Músicas" no Ipod e escolha uma das faixas ♠.
Aparece apenas o simbolozinho porque não consegui configurar isso a tempo. :/
Para ver a letra das músicas clique em "leia mais".

Dream Within a Dream
(Instrumental)

O Sonho Dentro de um Sonho
(Instrumental)

*********

The Raven

The clock struck midnight
And through my sleeping
I heard a tapping at my door
I looked but nothing lay in the darkness
And so I turned inside once more

To my amazement
There stood a raven
Whose shadow hung above my door
Then through the darkness
It spoke that one word
That I shall hear forevermore

Nevermore
Thus quoth the raven, nevermore

And still the raven remains in my room
No matter how much I implore
No words can soothe him
No prayer remove him
And I must hear for evermore

Quoth the raven, nevermore
Thus quoth the raven
Nevermore

O Corvo

O relógio marcava meia-noite
E durante o meu sono
Eu ouvi uma batida em minha porta
Eu olhei mas não havia nada na escuridão
Então eu virei e voltei para dentro mais uma vez

Para o meu espanto
Ali estava parado um corvo
Cuja sombra permanecia sobre a minha porta
Então, em meio à escuridão
Ele disse uma única palavra
Que eu deveria ouvir para todo o sempre

Nunca mais
Assim disse o corvo, nunca mais

E o corvo permaneceu em minha sala
Não importando o quanto eu implorava
Nenhuma palavra poderia acalmá-lo
Nenhuma oração poderia tirá-lo de lá
E eu devo ouvi-lo para todo o sempre

Disse o corvo, nunca mais
Assim disse o corvo
Nunca mais

**********

The Tell-Tale Heart

You should have seen him
Lying alone
In helpless silence in the night
You should have seen him
You would have seen his eye
Reflecting in the light

So for the old man
Ashes to ashes
Earth to earth and dust to dust
No one will see me
No one with guilt to share
No secret soul to trust

And he won't be found at all
Not a trace to mark his fall
Nor a stain upon the wall

Louder and louder
Till I could tell the sound
Was not within my ears
You should have seen me
You would have seen my eyes
Grow white and cold with fear

Heard all the things in Heaven and Earth
I've seen many things in Hell
But his vulture's eye of a cold pale blue
Is the eye if the Devil himself

Take me away now
But let the silence drown
The beating of his heart
I can't go on
Let me be free from wretched sea
That I can not see
Please let me be free


O Coração Delator

Você tinha que vê-lo
Dormindo sozinho
No silêncio nada amigável da noite
Você tinha que vê-lo
Você teria visto o seu olho
Refletindo a luz

Será assim para o velho
Das cinzas para as cinzas
Da terra para terra e do pó para o pó
Ninguém irá me ver
Ninguém com culpa para compartilhar
Sem alma secreta para confiar

E ele não será encontrado de modo algum
Não há nenhuma evidência para provar sua queda
Nem uma mancha sobre a parede

Cada vez mais alto
Até eu poder perceber que o som
Não estava em meus ouvidos
Você tinha que me ver
Você iria ver meus olhos
Tornarem-se brancos e frios de medo

Ouvi tudo o que há no Céu e na Terra
Eu vi muitas coisas no Inferno
Mas o seu olho azul pálido de abutre
É o olho do Demônio em pessoa

Me leve embora agora
Mas deixe o silêncio abafar o som
Das batidas do seu coração
Eu não posso continuar
Me liberte do mar miserável
Que eu não consigo enxergar
Por favor me liberte

***************

The Cask of Amontillado

By the last breath of the four winds that blow
I'll have revenge upon Fortunato
Smile in his face I'll say "come let us go
I've a cask of Amontillado"

Sheltered inside from the cold of the snow
Follow me now to the vault down below
Drinking the wine as we laugh at the time
Which is passing incredibly slow

(What are these chains binding my arms)
Part of you dies each passing day
(Say it's a game and I'll come to no harm)
You'll feel your life slipping away

You who are rich and whose troubles are few
May come around to see my point of view
What price the crown of a King on his throne
When you're chained in the dark
All alone

(Spare me my life only name your reward)
Part of you dies each brick I lay
(Bring back some light in the name of the Lord)
You'll feel your mind slipping away

O Barril de Amontillado

Lá pelo último sopro dos quatro ventos uivantes
Eu terei a minha vingança contra Fortunato
Um sorriso em seu rosto, eu vou dizer "Vamos
Eu tenho um barril de Amontillado"

Protegidos contra o frio da nevasca
Siga-me para a adega ali embaixo
Bebendo o vinho enquanto rimos sobre o tempo
Que passa incrivelmente lento

(O que significam essas correntes prendendo meus braços?)
Uma parte de você morre a cada dia que se passa
(Diga que isso é uma brincadeira e eu não farei nada de mal)
Você vai sentir que sua vida está partindo

Você que é rico e cujos problemas são poucos
Talvez poderá compreender o meu ponto de vista
De que vale a coroa de um Rei sentado em seu trono
Quando se está acorrentado no escuro
Completamente sozinho?

(Poupe minha vida, apenas diga o que quer)
Uma parte de você morre a cada tijolo que eu coloco
(Me dê apenas um pouco de luz em nome do Senhor)
Você vai sentir que a sua mente está partindo

(The System of) Doctor Tarr
and Professor Fether

Just what you need to make you feel better
Just what you need to make you feel
Just what you need to make you feel better
Just what you need to make you feel

At the far end of your tether
And your thoughts won't fit together
So you sleep light or whatever
And the night goes on forever
The your mind change like the weather
Your in need of Doctor Tarr and Professor Fether

Even clouds
Seem bright and breezy
'Cause the livin' is free and easy
See the rat race in a new way
Like you're walkin' up to a new day
It's a wise thing if you're clever
Take a lead from Doctor Tarr and Professor Fether

Find the end of the rainbow
Fly wherever the winds blow
Laugh at life like a sideshow
Just what you need to make you feel better

Satisfaction altogether
Guaranteed by Doctor Tarr and Professor Fether

Find the end of the rainbow
Fly wherever the winds blow
Laugh at life like a sideshow
Just what you need to make you feel better

Don't stop bringin' the girls round
Don't start havin' a showdown
Keep on handin' the jug round
All that you need is wine
And good company

(O Sistema de) Doutor Tarr
e Professor Fether

Exatamente o que você precisa para se sentir melhor
Exatamente o que você precisa para se sentir
Exatamente o que você precisa para se sentir melhor
Exatamente o que você precisa para se sentir

Quando se está ao longe, em seu limite
E os seus pensamentos não se alinham
Você dorme com a luz acesa ou de qualquer outra forma
E a noite se vai eternamente
As suas idéias mudam como o tempo
Você está precisando do Dr. Tarr e do Prof. Fether

Até mesmo as nuvens
Aparentam estar brilhantes e refrescantes
Porque a vida é livre e fácil
Veja o cotidiano de outro modo
Como se você estivesse caminhando para um outro dia
É uma coisa sábia para se fazer se você for inteligente
Siga os conselhos do Dr. Tarr e do Prof. Fether

Procure pelo fim do arco-íris
Voe para qualquer lugar onde os ventos soprem
Ria da vida como um coadjuvante
Exatamente o que você precisa para se sentir melhor

Satisfação na certa
Garantida pelo Dr. Tarr e pelo Prof. Fether

Procure pelo fim do arco-íris
Voe para qualquer lugar onde os ventos sopram
Ria da vida como um coadjuvante
Exatamente o que você precisa para se sentir melhor

Não pare de trazer garotas
Não comece a ficar desanimado
Não tire as suas mãos do garrafão
Tudo o que você precisa é de vinho
E de uma boa companhia

The Fall of the House of Usher

(Instrumental)

a. Prelude
b. Arrival
c. Intermezzo
d. Pavane
e. Fall

A Queda da Casa de Usher
(Instrumental)

a. Prelúdio
b. Chegada
c. Interlúdio
d. Pausa
e. Queda

To One in Paradise

If I could see the sky above
And my mind could be set free
As wild white horses
Reached the shore
I'd stand alone and oversee

And if the bush before me burns
Should I turn my eyes away
And still the voices I can hear
As clear to me as the light of day

I believed in my dreams
Nothing could change my mind
Now I know what they mean
How could I be so blind

Cold sands of time
(Winds that blow as cold as ice
Sounds that come in the night)
Shall hide what is left of me
(Come from Paradise)

I've been through times
When no one cared
(Words that were mine)
I've clouds in empty skies
When one kind word
Meant more to me
(Shall last as a memory)
Than all the love in Paradise

I believed in my dreams
Nothing could change my mind
Till I found what they mean
Nothing can save me now

Paraíso Para Um

Se eu pudesse ver o céu acima
E a minha mente pudesse se libertar
Como cavalos brancos selvagens
Que chegam à praia
Eu ficaria sozinho e vigiaria

E se o arbusto diante de mim, irromper em chamas
Deverei desviar meus olhos
E ainda assim poderei ouvir as vozes
Tão claramente quanto a luz do dia

Eu acreditei em meus sonhos
Nada poderia me fazer mudar de idéia
Agora eu sei o que eles querem dizer
Como eu pude ter sido tão cego?

Frias areias do tempo
(Ventos que sopram tão frios quanto o gelo
Parece que virão à noite)
Devo esconder o que restou de mim
(Vindo do Paraíso)

Eu passei por momentos
Em que ninguém se importava
(Palavras que não eram minhas)
Eu tenho nuvens em céus vazios
Quando uma única palavra gentil
Significa mais para mim
(Deve terminar como uma lembrança)
Do que todo o amor no Paraíso

Eu acreditei em meus sonhos
Nada poderia me fazer mudar de idéia
Até que eu entendi o que queriam dizer
Nada pode me salvar agora

Agradecimento ao site Whiplash pela tradução.

4 comentários:

Aмbзr Ѽ disse...

oi meu querido, andei sumido mas vou dar uma passada nos ensaios enigmaticos e agora aki no poe parar ver as novas. saudades. abraços.

http://terza-rima.blogspot.com/

Xxb Kitty disse...

Olá, gostaria de saber qual a fonte da nota preliminar que vc postou aqui:

http://allanpoe4.blogspot.com/2010/11/o-corvo-nota-preliminar-poe-art-9-by.html

estou fazendo um trbalho sdobre o Poe e gostaria de usar essa nota.
meu e-mail é: natalia.gerasso@gmail.com

obrigada!
=)

Rart og Grotesk disse...

eles tiveram um ótimo gosto em ter faixas inspiradas nas obras de Poe!Parabens p/ eles.
Incrível como vc acha tanta coisa sobre Poe!

bom fim de semana, bjos!

Rart og Grotesk disse...

olá!!obrigada pela dica de post p/ meu blog, adorei!!
bjos