sexta-feira, 23 de julho de 2010

LIGÉIA (o filme) assista aqui em português


Permeando pelo mesmo clima assombroso das narrativas de Edgar Allan Poe, Imortal conduz o espectador para a história de Jonathan Merrick, um escritor de sucesso que de repente torna-se alvo dos feitiços da irresistível Ligeia. Marcada para morrer por conta de uma doença fatal, a bela mulher decide lutar contra a morte usando magias místicas capazes de sugar a alma do corpo humano. Tal poder, se bem efetuado, lhe dará a imortalidade. Como parte de sua empreitada, Ligeia arrasta Jonathan para o interior do seu mundo selvagem e assustador e ainda o separa de sua noiva, Rowena. Mesmo depois de sua morte trágica, Ligeia continua assombrando Jonathan, levando-o à beira da insanidade... Baseado no conto clássico de Edgar Allan Poe intitulado Ligeia, Imortal conta com o roteiro de John Shirley, o mesmo roteirista de O Corvo, sucesso dos anos 90, e a direção do estreante Michael Staniger.
para assistir clique aqui











  • Lembrando que o Blog do Poe apenas aproxima as obras literárias e suas possíveis ramificações artísticas dos leitores. 
  • Nós incentivamos a compra das obras originais. 
  • Leia o conto na integra em português aqui: http://allanpoe4.blogspot.com/2010/07/ligeia.html



Informações Técnicas
Título no Brasil:  Imortal
Título Original:  Ligeia
País de Origem:  USA
Gênero:  Suspense
Tempo de Duração: 90 minutos
Ano de Lançamento:  2009
Site Oficial:  http://www.ligeiamovie.com/
Estúdio/Distrib.:  Universal
Direção:  Michael Staininger
Fonte das informações: http://www.interfilmes.com/

3 comentários:

Andresa DeBessa disse...

Assisti metade. :P

Deborah O'Lins de Barros disse...

não vou assistir... não quero ver Poe sendo transformado em modinha Crepúsculo... O Corvo já foi nada a ver, imagina esse aí... quando ouvi falar que estavam rodando fiquei até com medo... tadinha da Ligeia, ela n~]ao é feiticeira, é apaixonada por física!! e nunca prejudicaria seu amado... esse foi o meu primeiro conto favorito do Poe, que junto com Retrato Oval me fez se apaixonar por essa maravilhosa literatura... Ligeia, sou sua advogada viu!!!

Carlos disse...

O negócio não é nem deixar de assistir. Mas ver o que foi adaptado da obra no filme.
Esse é meu ponto de vista!

Adorei o filme
É demais